Dando frutos que permanecem

por Shirla Lacerda

Nós sabemos que João Batista foi o precursor de Jesus! Ele veio anunciando o batismo do arrependimento, preparando o povo para entrar no reino de Deus.  João Batista desde o início começou a sua pregação falando da importância de produzir frutos.Era o fruto de arrependimento que faria o povo de Israel entrar no Reino de Deus.

“Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento”; (Mateus 3:8)

Nós vemos que não apenas João Batista mostrava a importância de dar frutos, mas o próprio Jesus. Uma ilustração pertinente é a figueira que ele amaldiçoou por não achar nela frutos.

“E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome. E, vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos. E Jesus, falando, disse à figueira: Nunca mais coma alguém fruto de ti. E os seus discípulos ouviram isto”. Marcos 11:12-14

Os frutos da figueira nascem antes das suas folhas, uma vez que Jesus viu a figueira com folhas, Ele esperava achar frutos nela, mesmo não sendo ainda tempo para figos.

A figueira parecia estar dando frutos, mas não estava.

A outra ilustração é a parábola da figueira.

“E dizia esta parábola: Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha, e foi procurar nela fruto, não o achando; E disse ao vinhateiro: Eis que há três anos venho procurar fruto nesta figueira, e não o acho. Corta-a; por que ocupa ainda a terra inutilmente? E, respondendo ele, disse-lhe: Senhor, deixa-a este ano, até que eu a escave e a esterque; E, se der fruto, ficará e, se não, depois a mandarás cortar.” (Lucas 13:6-8)

Nesses dois relatos bíblicos acima, podemos ver uma coisa em comum, isto é, a procura de Jesus pelos frutos.

Se para algo natural Jesus tinha a expectativa de ver frutos, imagina o tipo de expectativa que Ele tem de nos ver produzindo frutos para Ele.

Jesus espera que nós, seus discípulos, sejamos frutíferos para o Reino de Deus.

“Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim. Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer”.  (João 15:4-5)

Ele nos dá a fórmula para sermos frutíferos: Estarmos Nele!

Perceba que assim como a vara em si mesma não pode dar fruto, nós não podemos produzir frutos de nós mesmos. Sem Ele nada podemos fazer. Toda nossa habilidade e capacidade vêm Dele.

“Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto”. (João 15:2)

Deus trabalha em nós para darmos mais frutos ainda. O Senhor nos proporciona crescimento e amadurecimento para que o nossos frutos apareçam!

 Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado.  João 15:3

“Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça”;  (II Timóteo 3:16)

Os ajustes e correções que Deus promove na nossa vida são através da Sua Palavra. É a Palavra de Deus que nos limpa, nos corrigi e nos instrui. E o objetivo é este: Para darmos mais frutos. Deus não está interessado apenas em darmos frutos, mas Ele quer de nósmuitos frutos.

“Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos”.  João 15:8

Perceba que quando nós damos muito fruto, estamos cumprindo o nosso objetivo e o nosso chamado, que é sermos discípulos de Jesus. Uma laranjeira não pode produzir abacates e uma mangueira não produzirá uvas, assim nós não podemos produzir frutos diferentes daquilo que somos. É impossível alguém ser discípulo de Jesus, estar acompanhando-o, seguindo-o, obedecendo-oe não produzir os frutossemelhantes ao que Ele produziu. Os frutos são apenas uma consequência da nossa vida e ligação com Ele.

 “Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda”. (João 15:16)

O Senhor Jesus nos escolheu e nos designou para darmos frutos, muitos frutos, e para que os nossos frutos permaneçam. Quais são os frutos que permanecem? Aqueles que são feitos em amor e pelo Espírito.

Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Gálatas 5:22– 

Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eternaGálatas 6:8-9

E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido.

Deus quer que tenhamos uma vida abundante,dando frutos que permanecem, para desfrutarmos das Suas bênçãos e das Suas recompensas! Portanto, faça um desafio consigo mesmo a partir de hoje de produzir frutos para o Senhor.

Grande abraço!

Talvez você goste também

Fechar Menu
X